No âmbito do Projeto “Performances de Género em Cabo Verde: dinâmicas de exclusão/inclusão social num contexto plural”, estiveram em Brasília, entre os dias 21 e 27 de Maio, as pesquisadoras da Universidade de Cabo Verde, Clementina Furtado e Carmelita Silva, para participação no Seminário Internacional de encerramento do projeto.

 Este projeto, que é financiado pelo CNPq e executado pelo Laboratório de Etnologia em Contextos Africanos da Universidade de Brasília, conta com a parceria da Universidade de Cabo Verde, através do CIGEF, sendo coordenado pela Professora Celeste Fortes, também pesquisadora, mas, que, por motivos profissionais, não pôde deslocar-se a Brasília. Conta ainda com a parceria da Oficina de Utopias e visa a construção de um panorama amplo sobre as relações de género em Cabo Verde.

As participantes apresentaram comunicações, resultantes de pesquisa de terreno que estão a realizar em Cabo Verde, enquadrada no âmbito do projeto, sendo que a próxima fase será a publicação conjunta dos resultados da pesquisa. Por ser um evento que aconteceu no quadro da Semana Africana, além do Seminário, foram também apresentados documentários produzidos em Cabo Verde e em Moçambique.

A Prof. Carmelita Silva proferiu uma comunicação intitulada “Do processo da criminalização dos maus-tratos ao processo de criminalização da VBG em Cabo Verde” e a Prof. Clementina Furtado focalizou o tema “Imigração Oeste-africana em Cabo Verde: casamentos mistos, conversão das cabo-verdianas e construção de novas relações de género”.

20180525_141752.jpg